16 de dez de 2010

Dois lados

Aqui
Desse lado de cá
Sentado sob o monte de areia
No meio do mar
Sem ninguém


Do lado de cá
Onde o vento que soprava pulou o muro e já se foi
Pro lado de lá
Onde há o que havia aqui
Do lado que a grama é mais verde
O Sol brilha mais bonito
Onde você está
Ah o lado de lá!


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

10 de dez de 2010

Impossibilidade

Para que se sirva
Do impossível
Há de vestir o vestido
Curto
Do limite
Beijar a boca seca
Nadar na piscina
(Olímpica)
Vazia
Pois quando ao outro lado
Haverá
O impossível
Como ocasião


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

7 de dez de 2010

Detonação

Sinto-me
Quase tudo
Do que ainda resta
Implodindo
E ninguém vê
Mais ninguèm sente
Nem eu
Sinto-me
E ainda
Prestes a implodir
Explodindo


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Beleza tua

Deixa sentar-me ao teu lado
E separados
(nos demos as mãos)
Para apreciar a beleza da Lua
Da rua
A beleza tão sua
Nua e crua
Pura
Teu corpo
Esguio
Meu puro desejo


Pur Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

21 de nov de 2010

Homem natural

Matarei o matado
Morto
Sepultarei o vivo
Vivo como nenhum outro
O homem que vive dentro do caixão
Sou eu?
Não!
Morto e sepultado?
Na verdade
Vivo é, e sou
Somos
Vivo e amordaçado
O homem social
Ressuscitarei o matado
O morto
O homem natural


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Inação

O tempo passou
E eu mantive meu corpo inerte
Deitado sob tua sombra
Aproveitando do que não é meu
Perdendo o que é
Passou
Nada ficou para juntar
Tudo se foi com a água
Corrente que passa e lava


O relógio falava
Atrasado
Atrasado
Me despertava
E nem me importava
Fiquei ali
Deitado
Esperando o mundo
Cair sobre minha cabeça


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Que restou?

Mergulhei de cabeça
Na pedra de uma banheira
Nadei debaixo do flamboyant
Bebi da tua lágrima
Doce e púrpura
Escorrendo sob outras nuas
Entre seus quadros
Ouvindo sussurros
De seus lábios
Sorridentes
Suas doces palavras frias
A me cortejar
Morri
Após algumas estações
Acabou
Ficaremos na memória
De quem não conhecemos
Partes pequenas
Ou telas inteiras
Que restou?


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

Leia tudo >>

17 de nov de 2010

Fotografia

Abri a gaveta
A tanto trancada
Esquecida na mesa
De baixo da escada


Bem la no fundo
Havia dobrada
Datada de junho
Sua foto borrada


Apenas seus olhos
Dava pra ver
Bastou um olhar
Pra me revolver


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

16 de nov de 2010

Toda a noite

Hei de querê-la a noite toda
A distância
Para não deixar de querer


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

7 de nov de 2010

Medo de se molhar

Vem pra chuva
Se deixa molhar
Os pés descalços
As pedras soltas pela rua
A vida toda

A procurei antes de gotejar,
Agora choro
Afogarei meu peito
À tempestade
Esfriando nosso coração

Foi medo de ficar
De amar
Medo de se molhar

Eu mesmo cuidei de sofrer
Antes mesmo de ir
Que falta fez você

Não há porque chorar
Se o amor já morreu
Adeus


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado! *
Leia tudo >>

Ao raiar

Apaga a luz
Que a fantasia
Começa quando raia o dia
A madrugada já acabou
Levando meu novo amor
Quisera que não
Mas já acabou
Nosso carnaval

Apaga a luz
Que é quarta-feira
Começa o dia
E o samba canta
Que houve na cama
Que houve a noite toda
Mas já acabou
Nosso carnaval

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

3 de nov de 2010

Máquina de Escrever

Enquanto passam
As paixões
Ficam as palavras ditas
As palavras escritas
Em poemas e canções
As paixões
Meu coração
Cansado de escrever
Cansado de sofrer
Agora vive de ilusões
Meu coração
A máquina de escrever
Já está ficando sem tinta
Então aproveite o refrão
E ouça o que tem meu coração
Pra te dizer
Pois ele é da época de poetas que já eram
Do silêncio
Da paixão na solidão
Palavras que morriam
Em prisões
Sem nunca ver o Sol
Abra seu coração
E deixa eu te dizer
Que me faz viver
Pois há palavras em meu coração
Letras e sons
Poemas e canções
Há muito tempo sem serem ouvidas
Por outros corações
E a máquina de escrever
Pulsa
O pulso do coração
Que passem
As paixões
E fiquem
As letras
Os poemas
As canções
Os versos de meu coração
Até se calar a pulsação

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Bonita ela é, menina

Menina bonita
Sou apenas um moleque
Mas não me deixe só na saudade
Sua imagem
Passo a passo na areia
O lançar à água
Ah que maravilha
Me alucina
Que moça bonita
Laçou olhares
E meu coração
Sem nome, menina bonita
Paralisa
Passa feito furacão
Mas mais parece brisa
Que quando passa
Refresca o coração
Moça bonita
Vindo do mar
Em minha direção
Me subindo a paixão
Como chama
Ah o calor do verão
Que moça bonita
Medusa com rosto de princesa
Sorriso de vampira
Olhar sedutor
Menina
Bonita
Ah que moça bonita


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *


Leia tudo >>

26 de out de 2010

Desejo

Desejo
Desejo em teu seio
Afogar meu desejo


Desejo
Desejo seu beijo
Suas pernas, seus olhos, a desejo por inteiro


Desejo
Simplesmente a desejo
É sede, libido, avidez, anseio


Desejo que gera amor
Amor que gera desejo
Paixão
Desejo


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

21 de out de 2010

Pensando

Me peguei
Num dia de gaivotas
Pensando
Pensando em nada
Pensando por pensar
Para apreciar a beleza do mar


Havia o Sol
A água
As gaivotas
E uma pedra
Onde me punha a pensar
E pensando
Chegou a solidão
E logo após, a saudade
Então pensei em você


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

18 de out de 2010

Um sonho

Sonhei um sonho sonhado
Sonhado como os sonhadores sonham
Inventado, exagerado, sonhado

Sonhei um sonho com você
Ali perto de mim
E tolo como só eu, acreditei

Quando acordei
De meu sonho de sonhador
Te vi ao meu lado

E vi minhas miragens
De sonhos sonhados
Saírem voando, uma pra cada lado


Pois o sonho
Sonhado de um sonhador
Tornara-se realidade


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Parasitas

Parasitamos
Rimos
Choramos
Naquele  circo
De pouco em pouco
Definhamos
Secamos à beira do espelho
Esperando a água cair em cima de nossas cabeças
Apenas o Sol avistamos

Paramos
De baixo da sombra
Descansamos
Hidratamos
O corpo
E continuamos
Hidratando
O cérebro
Sugando tudo
De todos

Bebemos o dia todo
A noite bebemos mais
Quando o sol nasceu
Caimos
Cansados, sedentos
Secos, molhados
Acalorados
Bêbados
Parasitas uns dos outros
De nós mesmos
De tudo
De todos

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

A espera de chegar

Quando o Sol
De uma só cor
Nasce

Nos dizendo tudo o que sentimos
Quando tudo espera
Quando paramos

Uma vida num momento
Seguimos nos apaixonando
Um último suspiro

Um momento que chegou,
Tudo se perdendo,
Enquanto corremos

Quando paramos,
Extasiados,
Tudo está ali

Monumental e belo
Feito milagre
Um mundo inteiro que espera

Que o esperemos
Que o reconheçamos
O mundo que sonhamos


Por Vitor C. Ramos

* Se cppiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Ela

Quantas rimas já fiz
A donzela, que pela janela eu dei uma olhadela
A bela
Ela


Tão singela
Pura, linda e sincera
Ela
De quem as rosas roubam o perfume
Quem?
Aquela


Se coragem tivesse
Te roubava um beijo
Menina bela
Que numa passadela
Roubou meu coração


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Em seu nome

Hoje vou escrever
Pra você saber
O que me faz andar
Correr
O que me faz viver
É você
Que rima com ela
O nome do amor
Em seu nome


Posso passar despercebido
Ou por exagerado
Eu diria incompreendido
Pois eu gosto de você
Não olhe tão longe
O certo está perto
Você não me quer
Vou ficar na praça
Desfazer meus laços
Em embaraços


Você com gelo nas mãos
Tuas mãos a me sufocar, gélido
Em nome do amor
Flores, cores, perfumes, dores
Não quero mais
Você não me quer mais
Ai!


Nada mais
Vou-me embora
Pois não resta nada mais
Nem a flor
Nem dor
Nada de amor
Até meus nós já se perderam
Em seu nome


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

20 de set de 2010

O Sapo

Enquanto caminhava
Olhando para as pedras do riacho
Ouvi do outro lado
Sons que não ouvia do meu quarto
Sons de trás do mato

Sentei para ouvir
O frio, a água e o coaxo
Um aqui, outro logo ali
E mais um lá
Resmungando como se tivera frio
Como tinha eu, ali na beira do rio
Antes de ficar congelado
Entrei, e os deixei lá no mato
Na beira do riacho
O Sapo

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Sinônimos

Embriagado
Extasiado
Inebriado
Louco
Alucinado
Perturbado

Desatinado
Doido
Insensato
Maluco
Insano
Absurdamente
Apaixonado


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

14 de set de 2010

Artista de rua

A noite cala
A noite cega
A noite me congela
E o álcool a me lograr


Enquanto o dia ascende
Esquenta minhas mãos
Acorda meu despertador
Os pássaros me rodeiam
Cantam para me alegrar


E lá estou eu
Dormindo e acordando no palco
O cimento inerte
Desde ontem
Quando não me lembro mais


Vivo o dia para te alegrar
Tentando chamar sua atenção
Esperando que você me ame
Até o fim da apresentação
Do meu melhor estilo
Da vida que levo
Espero que goste
E me deixe alguns trocados


Por Vitor C. Ramos


* Se copair, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

1 de set de 2010

Quem somos nós?

Ao espelho
Inúmeras faces do mesmo
O ser na forma cubista de ver
Todos os lados em um só lado
Quando separado não é nada
E junto não muda nada
A incessante procura a sua cara metade
Ou simplesmente a sua outra metade
O retrato sem face
Sem perna
Sem nada
O retrato que é tudo
Quem sou eu?
Nada
Quem somos nós?

Por Vitor C. Ramos

À minha amiga Audrey.

* Se copir, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

30 de ago de 2010

Desafio del Diablo

Llamé al Diablo
Él dijo que yo podía hacer um deseo
Como no había nada que pedír
Me hizo un desafio
Usted
Y tu corazón partido

Congelado

Él dijo que
Yo tengo siete dias
Para te dejar caliente
Como el fuego en la casa de él
Enamorada por mí
Y antes de volver al infierno
Soltó una carcajada
Como si fuera imposible

Por Vitor C. Ramos

* Se copair, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

28 de ago de 2010

Ave em meu jardim

Sentado a janela
Ouvia teu cantar
Calando o choro
Da boca desdentada
E os lamentos
Da velha mal amada


Canta a beleza da vida
E põe-se a embriagar-me
Faz que eu a esqueça
Nem que apenas uma estrofe
E ao fim da canção
Ensina-me a voar


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

25 de ago de 2010

Flores num deserto

Mesmo cansado e com fome
Hoje só pensei em você
Em seu perfume em minha roupa
Em meu mundo
De vícios do coração
De vícios como a paixão
Que não faz sentido sem você
Que me deixa melhor só de te ver
Enquanto um abraço é o máximo que arrisco
Esperando algo certo
Tão incerto
Como flores num deserto


Minhas respostas
Sem perguntas
Em livros de auto ajuda não se encontram
Pois estão fora de lugar
Como as tais flores no deserto
Flores sem vida e sem sentido
Assim como meu coração
Que em meu peito padece
Pela falta de você
Como a falta de flores
Na imensidão de um deserto
Assim sou eu sem você


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

23 de ago de 2010

Ponto fraco

Não paro de te olhar
Mesmo com as luzes apagadas
Te procuro mesmo sem saber
Se você já foi
Levando minhas roupas
Minha mochila com minhas coisas

Do seu lado poso de Star
Quebro garrafas
E posso até chorar
Esperando você me abraçar
E dizer que não foi nada
Sentindo seu perfume
A me curar as dores da alma
Meu bem
Minha paixão
Meu ponto fraco

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

Leia tudo >>

22 de ago de 2010

Diferentes

Sem perfeitos
Nem imperfeitos
Sem defeitos
É tudo simples
Como o bem vencer o mal
Como vida e morte
Apenas
Diferentes


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Exagerado

Demasiado exagerado
Em nome do amor
Misturando paixão e dor
E com todos os meus músculos que sentem
Grito para ao mundo inteiro acordar
No dia que serei feliz
No dia que eu puder te amar
E você desse amor compartilhar


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Alcoolizado

Enquanto os dedos abertos não fecham
E os corações alcoolizados
Não param de bater
Vamos vacilando pela contramão
Gostando de quem não gosta da gente
Viciados pela paixão
E cheios de tesão
Se perdendo
Gritando nomes
Seguindo o caminho dos postes
Para não sair da rota
Apenas enquanto bater
Meu coração alcoolizado
Dentro do peito aberto


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

29 de jul de 2010

Itinerante

Amo muito
Amo muitas
Uma de cada vez
Mas todas ao mesmo tempo
Amo como vivem as borboletas
Me apaixono
Amo
E logo desamo
E quando desamo
Já me apaixono
E amo novamente
E desamo

Desamo sem nem amar
Vivo me apaixonando
Amando
E desamando
Me apaixono a primeira vista
E desamo sem nem conhece-la
Amo me apaixonar
E amar
E também amo desamar
Pois posso amar novamente
E cada vez mais
Amar
Só por amar
Aqui e ali
Amar
E desamar

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

26 de jul de 2010

Indigente

Em cinco ou seis taças
A noite vira dia
E eu amanheço
No quarto
Degrau da escada de casa
Sem lembrar de nada
Ainda meio ébrio
E ainda assim
A paixão senti
Por alguém
Que não sei quem


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

7 mares

Quando o mar
Chegar lá em casa
Quando na escada
Uma cascata se formar
E de azul, a sala pintar
Quando as sereias forem visitar
Vou pedir a elas
A calma
Desse mar de areia
Esse mar de sereias
De peixes
E de ilhas também

Quando o mar
Lá em casa chegar
Meus pés vou molhar
Depois de 7 ondas pular
Esperando a sorte
De te reencontrar
Vou procurar garrafas
Tentando achar
A que guardei o nosso amor
Pois amor igual ao seu
Em nenhum dos 7 mares
Irei encontrar

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

A mais bela

De longe
Eu te vejo
Olho nos seus olhos
E você não me vê!

E num pequeno momento
Me contento
Em ser seu
E você não saber
Ou simplesmente não me querer

E todas as coisas lindas
As coisas tão mais lindas
Predicados, depois que te vi
A coisa mais linda

Eu reconheci
A mais bela
De todas as coisas
Que já vi passar
Apenas essa me fez apaixonar

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

18 de jul de 2010

Vida de cinema

Quem dera minha vida fosse um filme
Cada dia uma estréia
Cheio de drama
Comédia
Ação e aventura
Mas que no fim
Eu sempre ficasse com a mocinha
Para que antes de tudo ficar escuro
Pudessem dizer
E eles viveram felizes para sempre


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Companhia

Riso ou sorriso
Qual melhor disfarça
O que esconde a alma


Pode-se rir
Da desgraça
Ou de uma piada


Mas melhor é sorrir
Sorrir a quem passa
Ou por ver graça


Prefiro ao meu lado
Aquele que sorri
Não importa hora, nem data
Apenas sorri


Que me acompanhe
A sinceridade de um sorriso
Sempre presente
Do que o cinismo de um riso
Malevolente

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

15 de jul de 2010

Mundo ao chão

Os números já não parecem mais números
Enquanto eles se contorcem a minha frente
E as substancias em meu sangue
Me fazem cair
Pouco a pouco ao chão
As paredes se apertam
Meu mundo gira
No sentido inverso
Da rotação universal
Meu coração
Sangrando, acelerado
Em choque
Extasiado
E o amanhã me reserva a solidão
Desta paixão
Que acaba
Que me pôs em delírio
Desde o começo
Até este maldito final
Em que você me deixou
Envenenado por seu adeus
Em um mundo que destroçou
Meu mundo que foi ao chão


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

14 de jul de 2010

Vivendo

Veja
Enquanto ainda é garoto
Pode ver?
Os dias?
Que acabam sem mal começar
E não há tempo
Já não se acorda
Nem se deita
Caminhar, não há tempo
Apenas mudança
Sem hesitar
Sem deixar herança
Vamos para outra
Melhor ou pior
Só sei que a vida passa
E passa correndo
Vivendo

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

6 de jul de 2010

Nosso carnaval

Ainda lembro
Daquele carnaval
Sem calça e sem vergonha
Sem luz
Na varanda
Só nós dois
Até o dia clarear
Um carnaval de paixão
Era tanta
Que chamaram de orgia
Que diferença faz
Carnaval, profusão, orgia, folia
Ainda lembro
Do nosso carnaval


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

25 de jun de 2010

À minha Paixão

Pudera eu
Te chamar de flor
Te falar do meu amor
E afogar o sono
Em teu corpo
Embriagar-me com teu perfume
E de gole em gole
Desfalecer em paixão
A mais doce ilusão da alma
Uma mentira contada ao coração
E mesmo assim
Num incessante vício
Te querer cada vez mais
Só pra saciar o desejo
E me sentir mais uma vez
Como no centro de um furacão
E quando tudo acabar
Quando os corpos cansarem
Quando saciar o desejo
Ainda restará a nós
A paixão
Que jamais morre
Apenas adormece
Enquanto espera paciente
Poder te ter


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Viajante

Vou sair viajar
Levar o coração à navegar
Me apaixonar em cada estação
Em cada porto ter uma
Quantas ruas
Largos, praças e casas hei de conhecer
Cada noite uma cama
Cada noite uma dama
Cada cama uma dama
Sete por semana
Quem sabe o dobro
Quantos corpos suados hei de tocar
Quantos lábios para beijar
E perfumes a experimentar
E quando o corpo cansado parar
E o sono chegar
Saiba que eu as vou deixar
Sem nem me desculpar
Vou procurar por ai
O Paraíso
E quando encontrar
Não vou lhes contar
Apenas vou ali me recostar
E dar um tempo, relaxar
Mas não vou me prolongar
Pois um dia
Pretendo voltar
Mas será apenas uma visita
Você sabe
Não gosto de me prolongar
Ainda tenho muitos lugares a visitar
Mulheres a conhecer
Paixões a viver
Desejos a saciar


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Avidez

Quero arder nos braços
Da garota que eu sonho
Afogar em teu seio
Meu tesão
Não me venha com compaixão
Hoje não quero voltar pra casa
Sem antes te ter
E poder lhe passar a mão
E com beijos
Te provar minha paixão


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Veraneio de Mim

Num veraneio de mim
Saí
Esperando me apaixonar
E logo de manhã
Já não lembrar

Quando saí
De mim, nada deixei
Quando voltei
Havia duas vezes mais mim
Do que deixei

Metade que voltou
E metade que encontrei
Deitada em minha cama
Me pedindo para voltar
Amor

Agora tenho medo
Quando a parte de veraneio voltar
Será que a outra metade
Ainda vai me amar?

Por Vitor C. Ramos

*Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

4 de jun de 2010

Anseio

Eu
Homem de pouca fé
E ainda assim crente
No amor que me aturdia
Um dia me assombra
No outro surpreende
Espero ser a rosa que tu cheira
Que empunha na mão esquerda
Espero um dia também ser anjo
Para poder te ver em seu leito
E, por você, também desertar como tantos outros
Pretendo vir a ser um cavalheiro
Para apenas ter a permissão
De beijar sua mão
Mas eu também desejo ser seu espelho
Pra poder te ver o dia inteiro
E mais que tudo
Anseio um dia vir a ser
Seu amado e amante


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Você

Que falta me fazem seus beijos
A me lembrar que existe algo bom
Que me fazem esquecer até mesmo quem sou
No seu jeito doce
De me morder
E ainda se fazer carinhosa
Ter tuas mãos em meu rosto
Beijá-la na boca e no pescoço
E te ver sorrir
Te abraçar e sentir
Meu perfume preferido
O meu e o seu coração

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Doce ou azedo?

Já me disseram que...
O amor tem sabor!
Só esqueceram de falar
Que sabor é este!
Será doce ou azedo?


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

26 de mai de 2010

Mães!

Que seria de nós
Se não fossem nossas mães
Mães!


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Manhã de Verão

Milhares de corpos
Estirados no chão
Centenas de pássaros
Na espera por uma sobra
O Sol das dez
A aquecer a pele
O que se passa
Não é uma chacina
Mas uma manhã de verão
Simples manhã de litoral


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Contador

Sou contador
De histórias
De memórias
De rosas
De horas


Conto o que vejo
Para tentar apressar o tempo
Pois meu maior vício
Contador que sou
É contar os segundos
Quando ao seu lado não estou


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

23 de mai de 2010

Falta do Coração

A falta que faz meu Coração
Me faz acordar distante
E minh'alma em aflição
Saudade

Por falta de Coração
Não esmaecerei
Pois não me falta saudade
Não me falta paixão
Mas pela falta
Estarei sempre a pensar
No Coração
À quem tenho zelo

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

8 de mai de 2010

Mude

Mude
As cadeiras do lugar
A sua sala de estar
Mude seu jeito de pensar


Quando amar não saciar
Seus desejos da alma
E suas lágrimas secarem
Mude


Antes que o tempo pare
Antes que você se acomode
Antes que você deixe de viver
Mude


Mude por prazer
Mude para viver
Mude só por mudar
E quem sabe recomeçar
Mude


Por Vitor C. Ramos



* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

5 de mai de 2010

Derretendo

Hoje amanheci sem querer acordar
E meu coração cheio
Derretendo
Pelo fogo em meio a chuva
E as poucas palavras que nele estão
Ficam melhores quando estão a dois
Ditas por debaixo daquela paixão
Sussuradas baixo para que os outros não ouçam

Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Bilhete de loteria

Agora
Que algo amargo me engasga
Esta palavra presa na garganta
Me fere a alma
Me atordoa
Como é difícil me manter calado
Mas como faço
Para ser escutado?


Hoje escrevo com desleixo
Sobre as coisas da vida
Já que elas ficaram engasgadas
As palavras
Escrevo num bilhete de loteria
O que me atordoa
E deixo no balcão do butequim


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divular a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

3 de mai de 2010

Regras?

Que regras existem no amor?
Para que me digam que estou errado?
Como é amar correto?
Como é amar do jeito certo?


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

30 de abr de 2010

Onde foi parar nosso mundo?

Que diria Platão sobre nossa situação?
Mar e terra são um só
Um enorme lixão


Que diria Dom Pedro
Sobre esse governo?
Cheio de corrupção
E nada de punição


O que aconteceu com o mundo?
Ele está imundo!
Que fizemos por nosso mundo?
Nada!


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

25 de abr de 2010

Sonhando

Num sonho que sonhei
Uma moça bonita beijei

Quando acordado
Tentei lembrar da moça que havia beijado

Lembrava somente
Da boca, dos olhos que não me saem da mente

Sem lembrar
Passei o dia a me atormentar

Esperando a noite chegar
Para dormir, sonhar e poder beija-la

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

19 de abr de 2010

Mulher

Mulher
Cheirosa pele
Doces lábios
Que carregam os amores do céu
Detrás dum véu
A perfeição das formas
Um sonho que enleva a alma

Quero viver em seu encanto
E nos suspiros do vento
Viver um momento
Quero em teu seio morrer
Suspirar de languidez
Sob o relento
De noite morrer de amor

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

12 de abr de 2010

Ladra

Apaixonado?
Eu?
Não!
Eu só passei a tarde escrevendo
Eu e tu
Tu e eu
Num papel amassado que achei
E depois
Com corações eu o completei
E com um lápis vermelho eu os pintei
Deixando assim...

É, acho que estou apaixonado
Por isso ando meio inseguro
Meio calado
Pensativo
Naqueles olhos
Naquela boca
Naquela moça
Que me envenenou
Que me encantou
Que roubou meu coração
E eu nem dei queixa na polícia

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Estranho

Muitas máscaras caíram
E depois de olhar dentro de todos
Me senti diferente
Talvez melhor
Ou quem sabe pior?
Sou estranho
A quem foge de si

Serei eu um louco
Só porque não tento me misturar
Só porque não tento me igualar
Vou continuar
Na minha estranheza
Vivendo
E por mais estranho que pareça
Feliz deste jeito
Estranho e louco

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

9 de abr de 2010

Louco

Sei que sou louco
Todos já sabem
Mas só os loucos sabem
Que é loucura amar
Sem loucura

Não sou um louco qualquer
Sou o louco de paixão
Louco de saudade
Louco de vontade
Louco por você

Pode até parecer loucura
Maluquice, doideira, insensatez
Mas eu amo ser um louco
Você pode até achar que
Eu sou meio demente
Mas eu te amo
Desse meu jeito louco de ser

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

28 de mar de 2010

Máquinas

Parece a salvação
Mas é pura degeneração

Parece viva
Mas é movida a gasolina

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

25 de mar de 2010

Questionamentos cotidianos

Dentro do finito
O infinito está
Feito labirinto
Nada explica
Mas tudo la está
Como pode ser assim
Como pode algo não ter fim?

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

22 de mar de 2010

Versão francesa

E eu aqui com papel e caneta
Tentando escrever um tipo francês do poema
Aquele que se passa em minha cabeça
Quando sinto seu perfume
Quando olho em seus olhos e sinto com todas as letras
Aquele sentimento engraçado
Que como se eu tivesse numa queda livre
Da aquele friozinho na barriga
E meu coração dispara
Poema das palavras que sussurramos
Uma versão francesa
Do poema de nossa paixão

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

Leia tudo >>

Se o mundo fosse meu

Se esse mundo
Se esse mundo
Fosse meu
Eu mandava
Eu mandava
Pro concerto!

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

18 de mar de 2010

Cansei desse mundo

Cansei desse mundo
Me falta tempo
Me falta dinheiro
Um dia largo mão
Não aguento mais só ouvir não
Desse mundo cansei
Estou com saudades de você

Estou puto da vida
Hoje tudo me desanima
Cansei da família
Cansei dessa vida
Eu quero é viver
Estou com saudades de você

Que se foda o trabalho
Não quero dinheiro
Só quero um canteiro
Pra ter aonde morrer
Morrer de amor
Amor por você

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

11 de mar de 2010

Poetas II

Poeta
Sentimento ilimitado
Exagerado
Misturado
Poeta
É tudo
E não é nada

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

Leia tudo >>

O Rock está vivo

O Rock está em mim
É o que eu como
É o que eu digo
É o que eu sinto
O Rock está ai
E mais vivo do que nunca
De verdade ele é feito
Já foi pop
Já foi folk
Já foi punk
E é tudo mentira
O Rock não morreu
O Rock sou eu

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

O que é você?

O que você come?
O que você é?
O que você sente?
O que você pensa?
Quem é você?
Quem é você?
O que é você?

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Dúvida

Sei
Que não sei
Não sei bem
O que farei
Amanhã não sei
Como acordarei
E o que direi
Hoje não te procurei
Porque não sei
Se amanhã
Ainda te amarei

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Mundo sem tempo

Por cima do muro
Admiro o mundo
Aproveito o tempo
Sem tempo
Vejo o Sol
Nas árvores
Onde há pássaros
E flores
E o senhor debaixo da sombra
Lendo as notícias desse mundo
Que eu já atrasado
Olho por cima desse muro
Um mundo sem tempo
O tempo de todo o mundo

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

10 de mar de 2010

Cores

Porque não o céu?
Ou seus olhos
Porque o mar?
Azul
De que cor
Verde
Amarelo
Vermelho
Incolor
Cada mundo tem sua cor
E alguns não tem cor alguma
Cada um com suas cores
Um mundo de cores
As cores que fazem o mundo
As cores que dão vida
As cores da felicidade
As cores da esperança
As cores que dão alegria
As cores da vida
Cores

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Palavras órfãs

São 3 da madrugada
E eu sem sono fico acordado
Me ponho a escrever coisas sem sentido
E espero que quem as leia
As encontre em si
Para que se encaixem em algum mundo
Palavras perdidas
Minhas pequenas palavras órfãs

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Boêmia

Palavras ditas a mesa
Palavras as quais não levarei a tarde
Palavras de uma noite
Palavras infantis
Palavras embriagadas
A glória da Boêmia
Com toda a poesia
E tão pouca sabedoria
A ideologia da vida
Boêmia

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Seu melhor

Da vida quero o vinho
Seu melhor
O beijo seu
O melhor como o da uva
Vinho
Vida

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

8 de mar de 2010

Rosas

Que seria das rosas
Se não uma simples representação
Que seria das rosas
Se não houvesse paixão?
Que seria das rosas
Sem seu perfume?
Pois as rosas não falam
Seriam as rosas flores
Simples flores como tantas outras
Que seria das rosas
Se não a paixão
Encantada em pequenas pétalas
Vermelhas como seu encanto
As flores da paixão
Rosas

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Que farias?

Que farias...
Com um beijo roubado?
Com um papel riscado?
Com um dia desocupado?
Com um milhão...
De reais?
De cartas em branco?
De rosas?
Que farias com meu amor?
Se um dia fosse ele teu

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

Leia tudo >>

7 de mar de 2010

Novo amor

Um sorriso que te faz sorrir
Um beijo que te faz delirar

Um olhar que te faz amar
Amar que te faz aquele friozinho
Na barriga
Na espinha
E no coração
O frescor de um novo amor

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

27 de fev de 2010

Falta

Minhas poesias mais frágeis
Meus versos vazios
Desertos de você
Nas comparações mais vagas
De uma mente congelada
Comparo-a com o mar
Com as estrelas
E as sereias

Você não é rosa
Você é venenosa
Uma cobra
Como dizem, malvada
Me roubara
Como as paixões
As palavras
Traiçoeira
Com seus cordões
Me condena
A esta eterna espera

E eu ja não sinto nada
Nada mais do que falta
Das palavras sinto falta
De seus olhos sinto falta
De seus beijos sinto falta
A falta de você que não volta

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

24 de fev de 2010

Meu coração

Meu coração
Não sei porque
Parece um realejo

Meu coração
Não sei porque
Te ama
Te odeia
E sente saudade

Meu coração
Não sei porque
Você se foi
E nunca mais voltou

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Noite de estio

Teu corpo quente
Seu rosto em minha mente
Naquele espaço estreito
Unindo a gente
Me deleito em seu beijo
Seu corpo inteiro
Nesta noite quente
Noite de estio

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

23 de fev de 2010

Saudade

Saudade
Do que deixei
Saudade de você
Que amei
Por todas as noites deste verão
E se depender de saudade
Outono
Inverno
Primavera
Verão
Passarão
Cheios de saudade

Quero muita saudade
Pra matar com beijos
E saudade
Que me engole
Hoje e ontem a noite
Quando você se foi
E meu amor ficou
Com gosto de saudade
Com gosto de sua boca
Saudade que faz bem
Saudade de quem tem
Amor por alguém

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

21 de fev de 2010

Era um anjo

Era um anjo
Não tinha asas
Muito menos uma auréola
Mas me fizera flutuar
Me livrou de meus pensamentos
Despido de toda razão
Ouvi meu coração
E ele gritava de emoção
E ele gritava de paixão
É Ela!
É Ela!

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Poetas Passados

Quem dera eu escrevesse meu amor
como escreveram os poetas de épocas passadas
que escreveram em papel marcado
escreveram com seu amor guardado
amando em sonho
paixões silenciadas
acordando para escrever amores perfeitos
com finais imperfeitos
seu despertar

Por Vitor C. Ramos

* se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Carta de um tolo

Em minha mente
De secas imagens
Ruínas de amores passados
Sonhos de ontem esquecidos
Começou num pequeno espaço
Que uma lágrima me roubara
E escorrera por meu rosto
Me tocando a alma
Na direção de meu remendado coração
E enquanto me ganhava
Seu espaço aumentava
A cada beijo que me dava
Mais me entregava
A essa paixão
A essa mulher
Pura como a lágrima
Que junta as peças de meu coração

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Liberta

Ouça
Esse coração que pulsa
Paixão
A tanto guardada
A tanto escondida
Até então
Perdida

Ouça
Canção dos tolos
Paixão
Para todos
Em todos
Vezes perdida
Então encontrada
Liberta

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

17 de fev de 2010

Tempo Eterno

Tempo que passa
Tempo pouco
Tempo que não mata minha saudade
Tempo que não passa
Tempo eterno dos amores
Tempo eterno para os amantes

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

10 de fev de 2010

Desejo

Seu beijo quente
Molhado
Molhado de gente
O molhado da gente
Molhando teu corpo quente
Teu corpo ardente
Como essa paixão
Do beijo quente
Do calor dos corpos
Do meu desejo
Seu corpo
Seu beijo
Desejo você inteira
Hoje
Amanhã
Minha vida inteira
Nos dias frios
Nos dias quentes
Até mesmo em meus sonhos
A desejo sempre

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Beijo

Aquele gosto
Gosto de boca
De prazer
Paixão
Vermelhos
Meigos
Beijos

Desejo
Seu melhor beijo
Beijar sua boca
Seu pescoço
Sua nuca

Beijo de noite
Beijo de dia
Beijo de flor
Beijo de amor

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

Leia tudo >>

9 de fev de 2010

Caminho

De janela a janela
Pela parede
Pela escadaria
Calçada
Corre pela rua, atravessa

Corre pela rua, atravessa
Calçada
Pela escadaria
Pela parede
De porta a porta

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Juliana

Que belo são seus olhos
Encarando os trilhos

Que belo seu cabelo
Desajeitado ao vento

Que bela sua roupa
Marcada pelo tempo

-Juliana, pare de paquerar o maquinista!

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

Leia tudo >>

Poema em branco











!!!

Por Vitor Cruz Ramos

* se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Menina Branca

Menina Branca
Que vai trazendo?

Trago meu lamento

Menina Branca
E fala de que lamento?

Lamento sua falta de sentimento

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Joaninha

De cara no tapete
Posso te ver correndo
Ponto vermelho
E preto
E vermelho
E preto
Vai fugindo do meu dedo
Com medo
Leva boas novas
Deixa minha sorte
Pequena Joaninha

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

30 de jan de 2010

Distância

Longe de você
Tão perto
Pensando
Sonhando

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

21 de jan de 2010

Branca Rosa

Branca Rosa
Que em meu peito mora
Que me deixa a pensar
Nos beijos
Nos carinhos dela
Branca Rosa

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Bossa

Em notas de Bossa
Diz o poeta o que quer
Diz também o que em seu coração estiver

Com um violão
E as palavras do coração
Declara sua paixão
Numa poesia com refrão

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Ferida

Não há mais flores em meu coração
Já não crescem mais la
Hoje só tem sangue
E a ferida aberta
Que uma paixão deixara
Sangrando pétalas de amor

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Sabido

Numa cagada
Um sabiá deixou escapar
Uma bela nova

Minha sorte ele cantava
Silencioso canto sabiá
Que demais já sabia

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Num segundo

Eu devo andar meio desligado
Pra não notar você ao meu lado
Pra não sentir o seu lábio
No meu colado

Num beijo inesperado
Fico paralisado
Sem ter notado
Num segundo apaixonado

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Passado

Deixei pra trás o que já gastou
Meus velhos versos que você enjoou
E nossos anos que passaram
E nada deixaram
Para nossos filhos e filhas
Apenas lágrimas restou

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Aquela

Aquela que toca meu coração
Que me cega
Paixão

Aquela dos espinhos invisíveis
Dos poetas
De poucos
De pétalas de flor
De pétalas de amor

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Conto de Fada

Na estrada de tapete
Voador encantado
Com meu gênio difícil
Vou à praia
Ver as princesas
Ver as sereias

Deixarei de ser sapo
Vou pra areia
Pegar um bronzeado
Uma princesa
E virar Rei

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Rimar e Imaginar

As luzes da cidade
Guiando meu olhar
Me levam a um pedacinho de mar
Iluminado pelo claro luar
Cheio de...

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Olhar

Em seu olhar
Eu posso viajar
Sem hora de voltar
Saía a te procurar
E você estava sempre la
A me esperar

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Por um sorriso teu

Invento contos
Vivo bobo
Em desencontros
Me faço de tonto
Faço caretas
E algumas besteiras
Por apenas
Um sorriso teu

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Tudo me faz lembrar você

Hoje tudo me faz arrepiar
Um doce perfume
O brilho de um luar

Um desenho na areia
A lua a me iluminar
A brisa do mar
Eu já começo a lembrar
Eu ja começo a te imaginar

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Espera

Espero o dia que irá chegar
O dia que você vai enxergar
Num único olhar
O quanto vale amar

Porque você me faz esperar
Sabendo que o dia vai chegar
Que você vai se entregar
E talvez não vá me encontrar

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Chamado

No claro
No escuro
As pessoas nem notam
O chamado estampado em cada parede
Em cada cartaz
Em cada rosto
Até estampando camisetas

Uma chamada
À todas as pessoas
Todos os soldados
Armados para salvar
O mundo que vivemos
O mundo que só nós podemos mudar

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Mentiroso

Minhas estórias
Mentiras, passados inventados
Coisas que encontrava por ai
Transformavam-se minhas
Montando minha vida
Com tantas outras vidas
Que não tinha o que mais queria
Uma vida minha
Uma vida que pudesse escrever
Que fosse só minha
E não dividida

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

9 de jan de 2010

Margarida

Hoje acordei chorando
Por não poder te ver
A mais bela Margarida
Da cor do céu
Margarida
Da beleza e do perfume
M de Mulher e de Maravilha
M de Margarida
Margarida do mal me quer
Margarida que bem me quer

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Desculpa

Com você em meus braços
Seu perfume
Seu calor
Querem me derrubar
Me perco em tanto fogo
Garoto tolo
Não sei o que fazer
De tanto querer
Tenho medo de te perder

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

8 de jan de 2010

Obsessão

Nesta minha sede
Esqueço de viver
E troco meus dias por você
Todos sabem
Exceto você

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Mudança

Deixei pra trás
Tudo o que vestia
Tudo o que comia
Tudo o que via
Tudo o que sentia
E ainda nada mudou

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Pra não te esquecer

Olho pro céu
E não vejo lua nem estrelas
Hoje faz tanto frio
E sentado aqui fora
Resisto ao tempo
Enquanto a espera
Perde-se neste céu vazio
E cheio de você
Iluminando meu pensamento
Pra não te esquecer

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>