16 de dez de 2010

Dois lados

Aqui
Desse lado de cá
Sentado sob o monte de areia
No meio do mar
Sem ninguém


Do lado de cá
Onde o vento que soprava pulou o muro e já se foi
Pro lado de lá
Onde há o que havia aqui
Do lado que a grama é mais verde
O Sol brilha mais bonito
Onde você está
Ah o lado de lá!


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

10 de dez de 2010

Impossibilidade

Para que se sirva
Do impossível
Há de vestir o vestido
Curto
Do limite
Beijar a boca seca
Nadar na piscina
(Olímpica)
Vazia
Pois quando ao outro lado
Haverá
O impossível
Como ocasião


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

7 de dez de 2010

Detonação

Sinto-me
Quase tudo
Do que ainda resta
Implodindo
E ninguém vê
Mais ninguèm sente
Nem eu
Sinto-me
E ainda
Prestes a implodir
Explodindo


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Beleza tua

Deixa sentar-me ao teu lado
E separados
(nos demos as mãos)
Para apreciar a beleza da Lua
Da rua
A beleza tão sua
Nua e crua
Pura
Teu corpo
Esguio
Meu puro desejo


Pur Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>