30 de jun de 2009

Tango en rojo

La danza de mi vida
La danza de la pasión
Que sigue las líneas de tu cuerpo
Cubierto por un sencillo vestido rojo
Baila conmigo la pasión de la vida
Libera el alma de la modestia
Bajo la luz de la Luna
Viva la simple complejidad de los pasos
Dientro de la rosa que es el mundo
Lleno de espinas
Pero de innegable belleza
Aterciopelado rojo brillante
Embriaga nuestros ojos
Y las opera lágrimas
De la más pura y profunda emoción
En torno a los misteriosos pasos
Deste tango
Rojo como la pasión
Que como fuego
Arde en nuestro corazón

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

19 de jun de 2009

Azulão

Negro Azulão
canta alto
canta ao coração
e no final da canção
voa, voa, voa
elegante Azulão

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Felicidade de criança

Simples e contagiante
felicidade de criança

As vezes acanhada, as vezes exagerada
felicidade de criança

Inocente, cativa os corações
felicidade de criança

É o que falta nesse mundo
felicidade de criança

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Cadeira de madeira

De quatro pernas
estranha ela é
onde todos ficam por cima
até mesmo os mais baixinhos

Debaixo da mesa
em frente ao balcão
na areia da praia

Não reclama se sobem nela
e sobem, descem, sobem, descem
ainda assim fica ali, imóvel e silenciosa
simples e útil cadeira de madeira.

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Dama D'água

De passos lentos
dança sob as ondas
vem me levar a Dama D'água
lava meus olhos do pesadelo
leva-me à Atlântida
tire-me desse mundo cinza
matando meu corpo
salva minha alma.


Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

O Diabo quer casar

Sob a sombra da lua
Caminha discreto o pobre Diabo
Cansado da solidão
Ele procura uma paixão

O Diabo quer casar
Com mulher bonita
Pura de corpo e alma
Procurando pelo mundo

Cuidado moça bonita
Fique em casa esta noite sem estrelas
Pois o Belzebú procura sua noiva
Infernizado

Sob a sombra do sol
Em seu buraco se esconde o Diabo
No lugar do coração
Apenas mágoa, tristeza e a tal da solidão

Cuidado moça bonita
Não saia sob a luz da lua
Pois o Belzebú ainda procura sua noiva

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>