30 de jun de 2013

Defuntear

A alma
Salta
Mortificada
Ourando devaneios
Mastigando mil anseios

Finda a vida
Olho
Vidra
Boca seca
O peito cessa

Cuspindo sangue
A queima-roupa
Cala
A sede
Mata

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

I

Redimiu-se
A pureza
Finda em coro
Quando os olhos notaram
Tua presença

Desabei pela alça
Arcada
A vi
Pondo-se a chorar
Nem noite
O luar
Nem alma vazia
Conteve o suspirar

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>