8 de dez de 2009

Ser Hipócrita

Ser como sou
Ser hipócrita
Ser de mais de uma estória
Ser como todos são
Ser cristão
Ser pagão
Ser humano
Ser como todos são
Ser hipócrita

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

7 de dez de 2009

Inacabável Conto

Neste conto
Onde nunca a encontro
Deixo pra depois o ponto
Deste inacabável conto
Sem fazer nenhum sentido
Este conto invertido

Amanhã ou depois
Se encontro uma saída
Deixo de dizer o que dizia
Quando dizia o que sentia
Por entre meus dedos fugia
E numa folha vazia
A perdia

No meu conto tonto
Nunca a encontro
Este conto sem sentido
Todo invertido
E hoje fiquei com uma folha vazia
Sem ponto, sem saída
Inacabável conto

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Amor Vulgar

Que meu amor seja eterno
Como as palavras que escrevo esta noite
Sentado à janela

Que sejam eternas minhas palavras
Para que você saiba que alguém a amou
Mesmo que apenas por esta noite

Que nosso amor seja eterno enquanto dure
E que enquanto dure valha a pena
Pois depois, nunca mais

Tanto faz se amanhã não se lembre de quem são
As palavras que deixo neste cartão
Amanhã talvez não tenham sentido

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

1 de dez de 2009

Rotina

Quando acordo
Penso em suas pernas

As dez
Penso em sua boca

As treze
Penso em suas mãos

As dezesseis e trinta
Penso em seus olhos

As vinte
Penso em tentar te esquecer

As vinte e duas
Penso em um dia poder te ter

E por fim, as vinte e quatro
Durmo
E sonho com você

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Desalento

Neste momento
Em que se alastra meu tormento
Este incurável desalento
Morro cruento
E o tempo ja tão lento
Me deixa ouvir o vento
Que hoje amanheceu violento
Neste céu cinzento
Enquanto cessa o meu alento

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

22 de nov de 2009

Mudo e Surdo

Hoje acordei sem palavras
Levantei e elas ficaram deitadas
Num sono profundo
Silenciando o meu mundo

Hoje procurava palavras
Mas não as encontrava
E meu coração calado
Morreu sem lhe dizer
Te amo

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

20 de nov de 2009

Chuva

Chovendo devagar
Mais que chuva
Chuva de verão
Minha alma embriaga
Chuva que lava
Escorrendo sob seu rosto, o céu

Chuva
Revolta
Liberta seu coração
Vem despi-la
Da égide do medo
Medo da chuva
E medo de me amar

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Chuva âmbar

Chuva âmbar
Vem comer meu mundo
Chuva que mata

Lava as cores

Lava a vida

Chuva âmbar
Cobre meu mundo com esse envoltório cinza
Sufocado
Chuva do homem
Chuva de vossos detritos
Chuva âmbar

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

12 de nov de 2009

Cólera

O céu estrelado
Feito cetim azul
Se faz lençol celestial
A nos cobrir aqui fora
Nossos corpos
Aquecendo um ao outro
E nossos corações
A conceber esta paixão lasciva
Enquanto esquecemos do mundo
Floresce esta viva e violenta atração
Cólera de minh'alma

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Ariano

Ariano
Sonhador e romântico

Sedento de aventura
De paixão
Irracional e violenta

Que como fogo em palha seca
Queima
E logo passa
Sem deixar rastro


Ariano
Amante da verdade
Inconsequente
Colérico
Liberta sua agressividade e suas emoções
Dessa paixão que cria, dá vida e aquece
Mas que também é poder que queima, destrói, seca e ofusca
Impulsivo e voraz
Ariano

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

9 de nov de 2009

Prima-Obra

Nasceu da pedra
Esculpida
Ouviu-se na sétima acima
Perfeita
Máxima

Inspira
Na tela e na pedra faz rima
Em preto e branco a pinta
Com finos traços de tinta
Lhe põe a vida

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Revés

Andava de costas pra lua
Com medo de entrar na tua rua
Ouvia de longe a sua voz

Dormia na cozinha
Para não te ver nua
E espiava pela fechadura

Me escondia quando aparecia
E acenava quando não olhava
Fugia enquanto a seguia

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Concerto Litoral

Sentado na areia
Via as ondas quebrarem
Ouvia as gaivotas
E os sussurros do mar
Como um teatro orquestrado
Regido por Deus

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

5 de nov de 2009

Sombra

Entre as ruas
Dessa nova cidade deserta
Escondo-me da sombra
Sombra que persegue minha alma
Que não respira o dia
Que não vê luz
Esperando a noite que não vêm
Sufocado coração
Desfalece na solidão

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Desculpas

Na areia clara da praia
Espero a maré
Para afogar as minhas desculpas
Por ser humano
E desumano
E assim chorar por não amar
Não amar o suficiente
Enquanto presente
O seu amor

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Cair e subir

Aprendi a cair
E rir
E voltar a subir
E rir
Dos que não sabem cair
Dos que não sabem rir
Dos que nunca irão subir

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Apresentação

Encanta
Com sua dança
O meu coração

Extasia
Com essa fantasia
O meu coração

Enleva-o
Expulsa-o da guarida
E mostra-lhe o amor

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

31 de out de 2009

Esquecer

Esqueço
De ter me lembrado
De ter lhe dado
Todo esse meu lado

Lembro
De ter te amado
E você não ter ligado
Esqueço de ter lembrado

Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado *
Leia tudo >>

João e a Barata

Corre
Pula
Sobe no sofá
Traz o chinelo
Vai Joâo
Larga mão de ser bundão
Corre
Procura
Arrasta o sofá
Mata
Mata
A Barata João
A Barata

Corre
Pula
Sobe no sofá
Busca outro chinelo
Vai João
Não deixa ela ir pro porão
Corre
Procura
Arrasta o sofá
Mata
Mata
A Barata João
A Barata

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Passa

Passa
Hora passa
Carro passa
Gente passa
E aqui espero enquanto o dia passa

Passa
Tempo passa
Roupa passa
Até uva passa
E aqui espero enquanto a vida passa

Passa
Raiva passa
Dor passa
Só não passa
Só meu amor não passa
Só você não passa

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Hoje

Hoje quero Sol durante o luar
Hoje quero amar e odiar

Hoje quero ser bandido e mocinho
Hoje quero te ter e não quero que me tenha

Hoje quero viajar e quero ficar
Hoje quero tudo e não quero nada

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Coincidência

Coincidência
Como sol em dia de chuva
Como se apaixonar por uma prima

Coincidência
Como casamento de viúva
Como durmir de noite e acordar de dia

Coincidência
Opulência
Abstinência
Sonolência
Coincidência

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Aguardando

E a chuva ainda cai
Lavando os muros
Levando os moribundos
E enquanto esperamos
Diminuem os segundos

Enquanto a chuva cai
Apenas acompanhamos
Com nossos ouvidos
Na janela grudados
Para ouvir seus ruídos

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

30 de out de 2009

Neurose Obsessiva Compulsiva

Neurose Obsessiva Compulsiva
Infectou o nosso mundo
Miséria e mentira caminham pelas ruas
O pecado é o vizinho do lado
Onde não há luz
Sem escuridão
Céu do homem moderno

Neurose Obsessiva Compulsiva
Rendeu o amor e a vida
E os prendeu em meio ao cinza
E tudo se tornou rotina
Sofremos todos dessa epidemia
Disritmia Cerebral Paroxística
Monstro invisível
Que comanda o caos do novo mundo
Se este é o Céu
Prefiro o Inferno

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Distanásia

Egoísta é o homem
Que prende seu amor
Deixa-o sofrer
Rasgando-se em dor
Morrendo e revivendo

Feito brinquedo
Definha pelos corredores do hospital
Lúcidez afogada em medo
Medo de viver por mais um segundo
Um segundo de dor
Nada além de dor

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

29 de out de 2009

Despertar

Assista calada
Enquanto queimo sob o Sol
As feridas abertas
Escorrendo ao lençol

O sangue escorridoSecava em seu vestido
As vozes refletindo
Voltavam aos meus ouvidos

O mundo que conhecía
Jamais voltará
O tempo perdido
A vida

Fluindo
Esvaem de meu corpo
Lentamente
O curso natural dos sentidos

Desperto em gritos
Em leito escarlate
O sonho matou-me
A realidade

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Sobreviver

Não posso fazer parar de chover
Mas posso parar suas lágrimas
Dê-me apenas uma razão para ficar
Você não quer me ver ir
E eu não viverei sofrendo

Com você eu tento apenas sobreviver
Esquivando de suas tentativas falidas
De nos eternizar
Agora e mais uma vez eu tento
Apenas continuar vivo

Mal posso esperar
Para fugir deste lugar
E recomeçar
E sobreviver

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

23 de out de 2009

Poetas

Poetas morreram
Deixando aos incapazes suas palavras
Que os incapazes não sabem ler
Como as canções, as paixões e as palavras

Vivos, escreviam a história com versos simples
Traduzidos, mas incompreendidos
Poetas desconhecidos que conheceram o mundo
Foram a Atlântida e aos Jardins da Babilônia

Por trás das rodas da história
Poetas viveram e morreram sem serem notados
No silêncio de palavras em papel encardido
Por elas serão sempre lembrados

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

21 de out de 2009

Museu de Lágrimas

Não deixarei seu jardim secar
Cuido para o tempo não matar
Enquanto você não voltar
Vou vendo o sol brilhar
E os pássaros a cantar

Naquele canteiro
Deixo apenas suas rosas e minha dor
Pronto para o amor
Sonhando com seus olhos negros
Morro com o peito cheio de dor
Em seu jardim cheio de enganos
Museu de lágrimas

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Aprendendo a Amar

Passa dia
Passa ano
Benção ou maldição
E enquanto morremos
Aprendemos a amar

Um dia pretendemos alcançar
O que está acima de nossas cabeças
Ser completo e imperfeito
Amar e ser amado

Quando me encontrar, me reconheça
O tempo é curto
Você tem apenas um segundo
Pra aprender a me amar

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Estátua

Aquela estátua do jardim
Me olha todo dia
Parece me observar
Sempre de olho

Estátua curiosa
O que está a procurar?
Por que não vem perguntar?

Curiosa e muda
Ela continua a me olhar
Sempre estátua


Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Sem Cor

Com uma caixa de lápis de cor
Posso fazer um mundo novo
Cheio de flores e cores

Seriam as ruas cinza
O céu cinza
Os prédios cinza
As casas seriam cinza
O mar seria cinza

E ja pintei todo o nosso mundo de hoje
E usei apenas uma cor
Que graça a vida tem sem cor?

Amanhã pintarei de novo
E vou mudar o mundo
Com apenas uma caixa de lápis de cor
Pintarei a vida com sua cor

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

15 de out de 2009

Escrevendo

Em uma folha amarela
Escrevo
Uma aquarela

Inspirei-me
Bela donzela
Que pela janela
Me deixa a suspirar
Passeia, como se em passarela
Pela estreita viela

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Doce Ilusão

Sonhava acordado
De olhos fechados
Sob o efeito de seu perfume
Imagino o Sol a lhe acariciar a pele
Aquecendo a alma em meio ao inverno
Imaginando seus lábios em meus
Pura essência
Perfeita ilusão
Impossível paixão

Enquanto sonhava
Esqueci do mundo em ruínas
Sonhando a beleza desse amor
Doce ilusão
Engana meu coração

E depois
Volto a minha vida de solidão


Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

21 de set de 2009

Verdade escondida

O escuro torna-se-á claro
Torna belo o estranho
Conhece o que te cerca
Os movimentos do mundo

Vivo
O feio deixa de ser
Torna-se exagerado apenas
Formas em ascensão

Beleza mítica
Ignora o cético
Vê o belo
Que esta além dos olhos

Torna menos pensante
Irracional como em paixão
A verdade se mostra
Vista apenas com o coração

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

14 de set de 2009

Guerra

Mil corpos ao chão
Lavados em seu próprio vermelho

Usados
Descartados

Matando sem razão
Trazendo o Inferno à Terra

Assim são resolvidos os problemas do homem
Guerra

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

9 de set de 2009

Música

A síntese da alma em pequenos versos musicais.

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Palavras

Coisas são palavras
Palavras fazem livros
Palavras movem multidões
Palavras matam o silêncio

Uma palavra pode explicar o universo
Palavras podem fazer sorrir
Palavras podem ferir

Palavras escritas
Palavras ditas
Palavras

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Homem monstro

Não apague a luz do corredor
Tranque a porta dos fundos
Cuidado que o monstro não respeita a vida
A noite deixa o inferno e sai para caçar
Ele vem para lhe roubar
Sem hesitar levará sua vida
Não deixe de olhar debaixo da cama
Ele se transformou em monstro
O homem que vive para tirar
Pode estar a lhe esperar
Vagando pelas ruas procurando sua próxima vítima

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

4 de ago de 2009

O que eu devia ter feito...

O que eu devia ter feito
Quando minha melhor parte me deixava
As palavras me fugiam
Assim como você

O que você esperava que eu dissesse
Eu estava me desfazendo em pedaços
E não posso acreditar que está tudo acabado
Eu ainda a amo

Em pedaços
Que o tempo não irá juntar
A esperança me mantém respirando
Mas cada pedacinho meu sente medo

Naquela tarde de maio
Você se foi de coração vazio
E eu fiquei com o meu cheio de dor
Você levou embora minha melhor parte

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

31 de jul de 2009

Transcendente

Detrás das cortinas desse espetáculo
Produtores invisíveis coordenam tal peça
Mista
Dramática, romântica, trágica, misteriosa
Somos marionetes
Atores
Escrevendo o roteiro de nossas vidas
Levados pelas emoções
Que pucham nossos fios
Invisíveis a olho nu
Perceptíveis ao coração
O centro de tal teatro mágico
É o amor

Transcendente
Regente dessa maravilhosa obra prima.

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

29 de jul de 2009

Se você fosse uma melodia

Se você fosse uma melodia
Seria a mais doce
Com as melhores notas
No ritmo do coração
Seu refrão cantaria o amor
E terminaria como um sonho
A perfeição das melodias

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

22 de jul de 2009

Meu Céu

Porque eu a amarei para sempre
Pode o tempo passar
Você ficará em meu coração
Que hajam kilômetros de distância para minhas pernas
Para meu coração você estará a apenas uma batida
Nada conseguira tirar isso de mim
Pois você é tudo o que eu quero
Para mim você é o céu
E como apenas mais uma estrela solitária
Espero te encontrar um dia
Preciso de você
Não posso viver sem estar ao seu lado

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

10 de jul de 2009

Final Feliz

Eles morreram
E viveram felizes para sempre.

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

9 de jul de 2009

Carta Póstuma

Escreverei um bilhete de adeus
No qual direi o quão grande é meu amor por ti
Quase sem ar
Lágrimas e suspiros deixarei escapar
No teatro da solidão
Perdendo a razão
Emergira o desespero
Desespero de querer lhe dizer
Eu te amo
Apenas mais uma vez
E junto de uma branca rosa
O deixarei
Esperando que não haja tempo para que leia
Em um pedaço branco de pano
Minhas memórias póstumas

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

30 de jun de 2009

Tango en rojo

La danza de mi vida
La danza de la pasión
Que sigue las líneas de tu cuerpo
Cubierto por un sencillo vestido rojo
Baila conmigo la pasión de la vida
Libera el alma de la modestia
Bajo la luz de la Luna
Viva la simple complejidad de los pasos
Dientro de la rosa que es el mundo
Lleno de espinas
Pero de innegable belleza
Aterciopelado rojo brillante
Embriaga nuestros ojos
Y las opera lágrimas
De la más pura y profunda emoción
En torno a los misteriosos pasos
Deste tango
Rojo como la pasión
Que como fuego
Arde en nuestro corazón

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

19 de jun de 2009

Azulão

Negro Azulão
canta alto
canta ao coração
e no final da canção
voa, voa, voa
elegante Azulão

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Felicidade de criança

Simples e contagiante
felicidade de criança

As vezes acanhada, as vezes exagerada
felicidade de criança

Inocente, cativa os corações
felicidade de criança

É o que falta nesse mundo
felicidade de criança

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Cadeira de madeira

De quatro pernas
estranha ela é
onde todos ficam por cima
até mesmo os mais baixinhos

Debaixo da mesa
em frente ao balcão
na areia da praia

Não reclama se sobem nela
e sobem, descem, sobem, descem
ainda assim fica ali, imóvel e silenciosa
simples e útil cadeira de madeira.

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

Dama D'água

De passos lentos
dança sob as ondas
vem me levar a Dama D'água
lava meus olhos do pesadelo
leva-me à Atlântida
tire-me desse mundo cinza
matando meu corpo
salva minha alma.


Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

O Diabo quer casar

Sob a sombra da lua
Caminha discreto o pobre Diabo
Cansado da solidão
Ele procura uma paixão

O Diabo quer casar
Com mulher bonita
Pura de corpo e alma
Procurando pelo mundo

Cuidado moça bonita
Fique em casa esta noite sem estrelas
Pois o Belzebú procura sua noiva
Infernizado

Sob a sombra do sol
Em seu buraco se esconde o Diabo
No lugar do coração
Apenas mágoa, tristeza e a tal da solidão

Cuidado moça bonita
Não saia sob a luz da lua
Pois o Belzebú ainda procura sua noiva

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

31 de mai de 2009

Primavera de minha vida

Do fulgor da vida que passa as ruas
A vermelha rosa deixando ao vento
Lembranças da primavera de minha vida
Tudo o que quero
É apenas mais uma vez
Poder olhar aos seus olhos
Antes que você parta
Pelo horizonte
Como as gaivotas do verão que chega
E anuncia minha solidão
Singela
A esperar
A próxima primavera de minha vida

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

1 de mai de 2009

Arte

Uma parede branca
Marcada
A raiva em mancha

Vermelha
Se espalha
Não resiste à gravidade
Tudo em volta está sujo
De seu vermelho vívido

Vívido como eu
A menos de um segundo atrás
Tudo exposto em uma parede branca
Na sala de minha casa
A Arte do fim.

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>

3 de mar de 2009

Figurinha

Não há nada para se dizer
As palavras morreram com os fatos
O brilho dos meus dias acabou
Não quero ser visto por aqui
Este não é mais meu lugar

Eu quero ver, sentir e ouvir algo real
Descobrir o meu lugar
Detrás de falsas imagens
Lembranças de uma vida de mentiras
Aquilo que já era parte de mim
Era apenas mais uma figurinha
Dentre tantas em seu jogo de cartas marcadas.

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *
Leia tudo >>