12 de nov de 2009

Cólera

O céu estrelado
Feito cetim azul
Se faz lençol celestial
A nos cobrir aqui fora
Nossos corpos
Aquecendo um ao outro
E nossos corações
A conceber esta paixão lasciva
Enquanto esquecemos do mundo
Floresce esta viva e violenta atração
Cólera de minh'alma

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

1 comentários:

Manu Zanon disse...

¡Wow! ¿Qué tan fuerte su poema mío!
Imagine la inspiración? Rs!

Beso

Postar um comentário