29 de jul de 2010

Itinerante

Amo muito
Amo muitas
Uma de cada vez
Mas todas ao mesmo tempo
Amo como vivem as borboletas
Me apaixono
Amo
E logo desamo
E quando desamo
Já me apaixono
E amo novamente
E desamo

Desamo sem nem amar
Vivo me apaixonando
Amando
E desamando
Me apaixono a primeira vista
E desamo sem nem conhece-la
Amo me apaixonar
E amar
E também amo desamar
Pois posso amar novamente
E cada vez mais
Amar
Só por amar
Aqui e ali
Amar
E desamar

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

0 comentários:

Postar um comentário