25 de ago de 2010

Flores num deserto

Mesmo cansado e com fome
Hoje só pensei em você
Em seu perfume em minha roupa
Em meu mundo
De vícios do coração
De vícios como a paixão
Que não faz sentido sem você
Que me deixa melhor só de te ver
Enquanto um abraço é o máximo que arrisco
Esperando algo certo
Tão incerto
Como flores num deserto


Minhas respostas
Sem perguntas
Em livros de auto ajuda não se encontram
Pois estão fora de lugar
Como as tais flores no deserto
Flores sem vida e sem sentido
Assim como meu coração
Que em meu peito padece
Pela falta de você
Como a falta de flores
Na imensidão de um deserto
Assim sou eu sem você


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

0 comentários:

Postar um comentário