28 de ago de 2010

Ave em meu jardim

Sentado a janela
Ouvia teu cantar
Calando o choro
Da boca desdentada
E os lamentos
Da velha mal amada


Canta a beleza da vida
E põe-se a embriagar-me
Faz que eu a esqueça
Nem que apenas uma estrofe
E ao fim da canção
Ensina-me a voar


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

0 comentários:

Postar um comentário