4 de jun de 2010

Anseio

Eu
Homem de pouca fé
E ainda assim crente
No amor que me aturdia
Um dia me assombra
No outro surpreende
Espero ser a rosa que tu cheira
Que empunha na mão esquerda
Espero um dia também ser anjo
Para poder te ver em seu leito
E, por você, também desertar como tantos outros
Pretendo vir a ser um cavalheiro
Para apenas ter a permissão
De beijar sua mão
Mas eu também desejo ser seu espelho
Pra poder te ver o dia inteiro
E mais que tudo
Anseio um dia vir a ser
Seu amado e amante


Por Vitor C. Ramos


* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

0 comentários:

Postar um comentário