21 de jan de 2010

Sabido

Numa cagada
Um sabiá deixou escapar
Uma bela nova

Minha sorte ele cantava
Silencioso canto sabiá
Que demais já sabia

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

0 comentários:

Postar um comentário