2 de mar de 2012

Borboletas

Meus olhos sofridos
de encontro ao chão batido
revelam
a tristeza
do meu caminhar
sobre prantos
já tanto chorados
acompanhando o choro do coração
um samba triste
uma canção
ritmando
o passo a passo
o compasso
de um amor em pedaços
os males de amar
as ondas do mar
os sopros do ar
e depois das lamúrias
passar
parei
e sentei a te observar
que amor
teu olhar a observar
as borboletas

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

0 comentários:

Postar um comentário