27 de mai de 2012

Épsilon

Tentei lhe trazer
E dividir a distância
De tudo que vejo
Vindo
Paredes abaixo
Até a raiz de minha ideia
Sempre você
Assinalando
Sobre os rodapés
Assinalados
A sombra do querer

No céu vazio
Deixo o olhar
Pulsante
A te esperar
Sei que
Não vira
De céus claros
Sua boca
Teus arrepios
Fáceis
Como tua ausência

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

0 comentários:

Postar um comentário