19 de dez de 2012

Vida

Se o tempo corresse
Como a memória
Que escorre
Resfriando os globos
Acariciando
As maçãs
Paralizadas

O sonho para
E se repara
Que de sonho
Não era nada
O sonho não estava
Só,
O desejo a aumentar

Se ausentava
A memória dispara
Busca
Te encontra
Apagada
Longe
Amada

Era linda
Morena e linda
Assim
Sorrindo
A nos arrebatar
Sob a escuridão,
A pálida Lua

Já não havia
Nada
Ou se quer alguém
A pensar
E vem você
Linda
De encantar

Em tuas perfeições,
Entre alheias,
Imperfeições
Tantas objeções
Misturada a tequila
Com um beijo
Partiu, linda

A vida
Vida
Linda

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *


0 comentários:

Postar um comentário