5 de dez de 2012

Mercúrio

Mesmo no pouco
Passado e presente
Que a pouco temos

Mesmo na pressa
No medo
E no zelo

Deixa dizê-lo
Te quero
E não há erro

Não há tempo
Antes do fim dos tempos,
Que acabemos com um beijo

Que acabe
A pressa, na pressa
O que começou com festa

Fizeram aparentar
Aparentados
Achando erros

Que erro fora
Cruzar a linha, tênue
Do passado e presente

A estreita margem
Entre um beijo
E o eterno desejo

Desejo
Tão cedo vê-la
Tê-la uma noite mais

Desejo
Um beijo
O dia inteiro

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

0 comentários:

Postar um comentário