26 de mai de 2011

Desejo matinal

Já são dias
Contando
A pressa
Te ter

É pressa
Sede
Vontade
Desejo

Intermináveis os dias
Sem você
Mal posso conte-los
A volúpia em meu ser

Perdoe
Meu puro anseio
Mas teus olhos
Logo pela manhã, me condenam

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

0 comentários:

Postar um comentário