22 de dez de 2008

Espasmo de Paixão

Debaixo de sua janela
Com a chuva a escorrer por meus cabelos
Molhando meus olhos
Inundados e vislumbrados
Vislumbrados com sua beleza e ternura
Comecei a acreditar em amor a primeira vista
Parado na chuva
Imaginando te ter
Te tocar
E poder te beijar
Deixei de sentir o frio
Passei a sentir outras coisas
Coisas nunca antes sentidas por mim
Eu faria qualquer coisa por você
Naquele momento poderia até voar
Na fuga da razão
Num espasmo de paixão

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *


0 comentários:

Postar um comentário