22 de mar de 2015

Um segundo!

Amanheceu
Todo em branco
Um pálido encanto
Nenhum choro, ou pranto

Tudo calado
Um mundo silente
A vizinha não bradou
O sabiá não cantou

Tudo sumiu
Desapareceu
O universo se resumiu
Sublimou

Um sublime encanto
Uma pausa
Ao quebranto
A todo o desencanto

Um minuto
O ausente desencanto
Um descanso
Um segundo!


Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *


0 comentários:

Postar um comentário