5 de abr de 2011

Tempos

De dentro da toca
Ouvia apenas passos aflitos
Seres perdidos
Enquanto passavam
Insanos
Sobre tempos diferentes
Um tempo de nunca
Passar
E o tempo que jamais parara

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *


0 comentários:

Postar um comentário