15 de fev de 2012

Fins

Sentei-me a roda viva
Esperando chegar a vez
De rolarem por sobre meus dedos
As frias lágrimas de janeiro

Sonhei deixá-la
Sozinha
Na beira do bar
Corri
Encontrar meu escalpo
Em tuas lembranças
Nuas e frias

Mas o céu se limpou
E não houve quem segurara o fardo
A vida se encerrava
Morri
Em desamor

Por Vitor C. Ramos

* Se copiar, favor divulgar a autoria. Obrigado ! *

0 comentários:

Postar um comentário